Só o bem é instrumento de evolução dos membros do Conscendo Sodalitas

Amizade, felicidade, confiança e altruísmo

Só o bem é instrumento de evolução dos membros do Conscendo Sodalitas

"Indiscutivelmente, o homem procura a felicidade.

O bem leva à tolerância, ao altruísmo, à confiança, à longevidade e à paz.

O mal leva à inveja, à ira, à intolerância, ao egoísmo, à desconfiança, à ganância, à guerra e à morte precoce."

Não queremos afirmar, com esse princípio, que o mal possa ser um instrumento de evolução mas, para evitar confusões, nenhuma situação almejada, por mais positiva que possa parecer, justifica meios negativos, ou seja, os fins, aparentemente bem-intencionados, nunca justificam meios condenáveis.

O mal também, não é um caminho evolutivo, o qual o ser trilharia até atingir o grau de 'satanás descendido'. Ele é simplesmente um papel, exercido por certos atores, no cenário da existencialidade.

Posteriormente, o fráter perceberá a necessidade do mal para a expressão do bem; a manifestação só é possível na dualidade. O detalhe é que nossos fráteres nunca jogam no time dos negativos.