A Nova Sociedade Orwelliana

Acordem, é agora ou nunca


Saudações aos fráteres e sórores da Conscendo,

Em duas ocasiões expressamos aos fráteres a preocupação de que a brecha aberta em nossa matrix, para o conhecimento esotérico avançado, sobre toda a verdade em relação à nós e ao universo que nos cerca, poderia ser temporária. A internet nos concedeu, durante algum período, acesso à informações antes restritas somente à "exíguos e egoístas grupos de iniciados", pertencentes a uma elite de secretas e reduzidas sociedades, cujos membros sempre se acharam superiores ao resto da população. Sempre se referiram à nós como comedores inúteis.

Infelizmente, as linhas do tempo estão se unificando em uma não favorável para Gaia, uma na qual George Orwell vaticinou em seu livro "1984": uma sociedade robotizada, transumanizada, escravizada, vigiada e controlada pelo "Grande Irmão", um governo tirânico, egoísta e insensível, onde quem questionava alguma coisa sobre o regime, era acusado de cometer um crime e a punição, a morte. Nos lembra muito os governos socialistas atuais e de outrora.

Pois é para essa realidade que estamos caminhando. A derrota de Trump nas últimas eleições, em seguida a uma fraude monstruosa e descarada nas apurações, foi um dos piores desfechos esperados para um ponto temporal, onde havia uma grande bifurcação: ou a humanidade se encaminharia para o modelo holográfico 5D, ou para um sistema desumano de escravidão tecnocrata.

Não que Trump fosse algum messias esperado, mas pelo ao menos sua política não era tão belicista quanto as anteriores, como também não era complacente com a censura crescente nas redes sociais, a única fonte que temos para nos informar, uma vez que a mídia convencional, já foi toda ela comprometida pelo estado profundo, e só nos entrega inverdades.

Logo após confirmada a derrota de Trump, twitter e facebook se apressaram em bloquear suas contas, calando a sua voz. A importância desse ato é emblemática porquanto, se fazem isso com o presidente em exercício do país mais poderoso do mundo, o que farão conosco, pobres cidadãos comuns?

Nessa semana, um vídeo da Conscendo, sobre as críticas de um renomado virologista canadense, em relação às condutas adotadas para a contenção da infame pandemia, foi bloqueado e eliminado de nosso canal. Temos absoluta certeza que, brevemente, em poucos anos, o canal será totalmente extinto, uma vez que não é interesse da elite globalista, que ninguém desperte. Os despertos são como Winston Smith, do livro "1984", são como um "vírus do bem" que contamina os que se encontram nas trevas do desconhecimento, desestabilizando o pacato rebanho.

A despeito de mensagens alentadoras de supostos guardiães da humanidade, como Ashtar, Sananda, Saint-Germain e outros, que há décadas vem nos afirmando de que a luz está derrotando o mal aqui em Gaia, o que percebemos de concreto em nossa realidade é cada vez mais a agenda orwelliana se impor, a vigilância, o olho que tudo vê, se tornar onipresente, enfim, o que constatamos é que a agenda socialista globalista satânica está se impondo em toda a sua extensão.

As dezenas de milhares de satélites de Ellon Musk no céu, prenuciam a internet das coisas (IOT) e, num futuro próximo, a internet das pessoas (IOB), onde os chips serão implantados na civilização. Isso nos levará à tecnocracia transumanista global, uma transição deletéria do ser empático, que somos, para o ser não empático e robotizado do futuro. Diferentemente dos robôs atuais, que dispõe de vastas informações em seus bancos de dados, a população que os globalistas almejam é uma formada por robôs biológicos burros, com bancos de dados deletados, que se atém às suas rotinas de vassalo, sem questionamento. A mídia informativa, por sua vez, inexistirá, ou será estritamente governamental, como na Coréia do Norte.

Não devemos esperar ajuda de irmão extraterrestre algum, uma vez que, se fossem intervir, já o teriam feito. Notamos que a famosa e tão falada Federação Galáctica é permissiva e, além de deixar nossa linha do tempo se desviar para um destino tão deletério, se mantém em contato com "os que controlam a Terra", ignorando propositalmente o fato de que os que coordenam os destinos de Gaia não nos representam, porquanto tem obrigação somente com suas agendas pessoais e de seus familiares. Na realidade, os federados são cúmplices de todo o mal que esses negativos que nos governam perpetram.

A despeito das sensíveis informações que esse texto traz à tona, sua finalidade não é, de maneira alguma, desanimar os amados fráteres, ou mesmo gerar qualquer animosidade. Sabemos que num curto prazo, uma decepção nos abarca, ao constatar a dura realidade na qual vivemos mas, o que fazemos é suspirar, encher os pulmões de ar e nossa alma de energia, preparando-nos para a batalha futura que se descortina. Melhor sabermos onde pisamos, conhecendo o terreno, do que seguir cegamente, aos tropeços.

Nós da Conscendo, não somos os donos da verdade, não somos oráculos infalíveis, apenas analizamos friamente os fatos e observamos o futuro que se descortina. Nada impede que algum fato inédito mude nossa linha de tempo, para outra mais auspiciosa. Independentemente disso, tratamo-nos de seres despertos, que se preocupam, não conosco mesmos, uma vez que somos livres, mas com o nosso próximo, que nos é tão caro. De que vale a excelsitude solitária?

Repetimos, independentemente de qualquer futuro que se descortine para Gaia nós, fráteres da Conscendo, somos livres de seus samsáricos ciclos, pois sabemos, podemos e agiremos, se assim o quisermos. Estamos imunizados permanentemente contra qualquer influência da máfia cabalística, que aqui impera. Saber é poder, por isso é tão importante absorver tudo aquilo que nossa sagrada intuição nos dirigir, enquanto as portas do conhecimento ainda se encontram abertas.

Sinceros desejos de Ascensão
Conscendo Sodalitas