Conscendo Sodalitas

Sociedade Vril - O Vril

A Sociedade Vril e posteriormente, os nazistas procuravam desesperadamente uma substância denomidada Vril, que lhes daria o poder de dominação total do mundo.

Alguns historiadores modernos taxam os membros da Sociedade Vril de loucos, ocupados na busca de uma substância de existência impossível. Realmente eram loucos maldosos mas, na realidade, o Vril que procuravam deveria se tratar de alguma energia esotérica potencializada. Os ocultistas esclarecidos conhecem o potencial das energias esotéricas, conseguidas por meio de diversas práticas mágicas.

Apesar de insanos, os seu membros procuravam algo concreto, que poderia ser conseguido através de rituais esotéricos de magia negra, energias astrais que, materializadas, lhes dariam grande poder.

Vril era uma energia que serviria para tudo, para curar ou para matar, para construir ou para destruir, até mesmo para fazer voar naves voadoras tripuladas. Nos últimos anos da Segunda Grande Guerra, sabe-se que os nazistas intentavam construir discos voadores, baseados na tecnologia Vril. Sábios Mestres, referem que na Atlântida antiga era usado esse tipo de energia para quase tudo, inclusive para movimentar naves voadoras, já existentes naqueles tempos.

A procura pelo Vril levou esses alemães e austríacos a praticarem todo o tipo de sortilégio, principalmente o tantrismo negro, realizado durante cerimônias orgiásticas, e a gastarem a íncrivel soma de 21 bilhões de dólares, em valores atualizados, em buscas infrutíferas dessa substância energética por todo o globo, principalmente pelo Tibet, onde residiam, pensavam eles, os ascendentes da raça ariana. Karl Hostofer foi o nazista incumbido de realizar as investigações nas plagas asiáticas e, apesar de não ter encontrado o Vril, trouxe de lá a suástica, que é um simbolo positivo de prosperidade, mas foi modificada pelos nazistas, tendo sido por eles invertida, a fim de expressar o negativismo do movimento. A Sociedade Vril adotou, anteriormente, como símbolo, o 'Sol Negro', uma imagem negativa, representada no canto superior esquerdo dessa e de todas as outras páginas relacionadas; essa imagem (o Sol Negro) é o principal componente representativo da torre norte do castelo de Wewelsburg, de Heinrich Himmler, sede de missas negras, abordadas em um tópico posterior.

No Tibet, por sinal, tiveram contato e ajuda posterior de um poderosíssimo Mago da mão esquerda, conhecido como 'O Monge das Luvas Verdes', personagem que, pela sua importância, merecerá uma biografia mais completa, à parte.

Conscendo Sodalitas


Súplica por Gaia

Nós, fráteres da Conscendo, sentímo-nos compelidos a expressar nossos desejos com o mental concreto e detalhar o que o causal suplica em sua pureza abstrata(continua)

Conscendendum

Há milênios, verdades importantíssimas e essenciais vem sendo ocultadas da humanidade. Uma humanidade sofrida, condicionada e hipnotizada pelos falsos valores (continua)

Planeta Conscendo

Existe, nesse mesmo instante, um planeta nos aguardando, um mundo do futuro já moldado pelo poder mental criador do Logos e de todos, que só não nos é acessível, pois ainda (continua)