Conscendo Sodalitas


Clube Bilderberg - Introdução


Enquanto se fortalece o inimigo, assusta-se a população dizendo-lhe que a cooperação é necessária porque, sem acordos bilaterais, o inimigo atacará.


O Clube Bilderberg, ou simplesmente Os Bilderbergers, são um grupo composto pela elite econômica, política, midiática e empresarial mudial, que se reúne uma vez ao ano, e que teve início em 1954, quando foi realizado o primeiro encontro, no Hotel de Bilderberg em Oosterbeek, na Holanda.

Inicialmente, o grupo foi fundado com o objetivo de combater o anti-americanismo, que palpitava na Europa do pós-guerra, por meio de reuniões entre membros do governo americano e membros dos governos dos países Europeus. Com o passar do tempo essa proposta mudou radicalmente.

Hoje, o clube é formado por uma comissão de membros permanentes, que tratam de reunir, não mais do que 100 indivíduos, da nata da econômica (Alan Greenspan e George Soros são exemplos), política (Henry Kissinger, Bill Clinton, George Bush e Donald Rumsfeld são exemplos), midiática (os proprietários das redes CNN e ABC são exemplos) e empresarial (Peter Sutherland, presidente da Goldman Sachs e da British Petroleum, e Giovanni Agnelli, falecido presidente mundial do Grupo Fiat, são exemplos). Suas reuniões continuam se relizando anualmente, em locais divulgados pela mídia, mais ocorrem em um clima de extremo sigilo, com um esquema de segurança ostensivo, que tratam de manter o público longe.

Após essas reuniões secretas, seus membros são expressamente proibidos de divulgar qualquer coisa sobre o encontro, o que é respeitado pelos donos de redes televisivas e dos grandes jornais do mundo, que regularmente, participam do evento.