Ufognosis

Pleiadianos

Billy Meier ainda descreveu uma raça de extra-terrestres denominada de Pleiadiana, descendente da Lyrana, que migrou para outros sistemas estelares, antes de finalmente se estabelecer na constelação das Pleiades:

"A história antiga, dos antepassados dos Pleiadianos, originários de outro sistema solar, também foi descrita, bem como a viagem dos mesmos para as Pleiades. Uma migração bem anterior a este sistema solar também é relatada e como e por que ela falhou. Os sobreviventes, que formaram um terço da população original do planeta dos antepassados Pleiadianos, após a sua devastação, desenvolveram uma nova tecnologia: projetaram e construiram um grande número de grandes naves de evacuação, em apenas 900 anos, e começaram a lançá-las para vários sistemas estelares, por muitas centenas de anos. Alguns desses extraterrestres, que visitaram a Suíça e lá contataram certos humanos, são os descendentes de um desses migrantes, que ocuparam um dos três planetas, em um dos sistemas de sóis, que hoje chamamos de Pleiades. Na realidade, nós, humanos terráqueos, somos descendentes desses primeiros colonos Pleiadianos que, tentando resolver o problema do seu planeta natal, acabaram por colonizar nosso sistema solar, juntamente com uma variedade de aborígenes e exilados humanos, originários de vários outros lugares.

O sistema estelar, em particular, a partir do qual se originam os Pleiadianos, segundo Meier, é Taygeta e o planeta principal é Erra. Os Pleiadianos de Taygeta tem a missão de trazer a verdade à respeito da presença alienígina no planeta Terra. Semjase, uma fêmea Pleiadiana, que fez contato com Meier, descreveu os Pleiadianos como se segue:

"Nós não somos nem guardiões dos seres da Terra, nem anjos enviados por Deus ou algo similar. Muitas pessoas sugerem que estamos assistindo a Terra e seus seres, a fim de controlar seus destinos. Isso não é verdade, porque nós apenas tentamos realizar uma missão, a nós designada, que não tem nada a ver com supervisão ou com a regulação do destino da Terra. Assim, é errado caracterizar-nos como mensageiros divinos ou guardiães."

A missão Pleiadiana, segundo Semjase, é alertar a humanidade à respeito dos Grays:

* Há várias diferentes formas de vida, que adquiriram muito conhecimento e se libertaram de seus ambientes. Eles viajam pelo espaço e, ocasionalmente, vêm para a Terra.

* Muitos dessas criaturas não são amigáveis e se mostram bastante desagradáveis, vivendo na barbárie, comparável à dos terrestres.

* Vocês devem estar ciente delas, porque muitas vezes atacam e destroem tudo pelo seu caminho.

* Algumas vezes, eles têm até destruído planetas inteiros e colocado seus habitantes em cativeiro.

* É uma das nossas missões alertar as pessoas da Terra sobre essas criaturas.

* Que isso seja repassado às pessoas da Terra, porque o tempo está se esgotando. Em breve, um conflito com estas criaturas humanas degeneradas [Grays] se tornará inevitável.

Segundo Collier, os Grays e os Pleiadianos estão envolvidos em conflitos armados no nosso sistema solar e em outros sistemas, como Sirius B. Curiosamente, Collier alegou que alguns dos grupos de Pleiadianos, como os de Alcyone, operam com "objetivos ocultos", enquanto que os de Teygeta (por exemplo, os Pleiadianos de Meier) são descritos como tendo verdadeiras intenções de ajudar a humanidade. Apesar desses possíveis 'objetivos ocultos' de alguns deles, evidências apontam que os Pleiadianos, em geral, tem interações positivas com os seres humanos, e que fazem muito para ajudar na elevação da nossa consciência, enquanto nos auxiliam na busca da libertação da influência dos Grays/Reptilianos.

Conscendo Sodalitas


Súplica por Gaia

Nós, fráteres da Conscendo, sentímo-nos compelidos a expressar nossos desejos com o mental concreto e detalhar o que o causal suplica em sua pureza abstrata(continua)

Conscendendum

Há milênios, verdades importantíssimas e essenciais vem sendo ocultadas da humanidade. Uma humanidade sofrida, condicionada e hipnotizada pelos falsos valores (continua)

Planeta Conscendo

Existe, nesse mesmo instante, um planeta nos aguardando, um mundo do futuro já moldado pelo poder mental criador do Logos e de todos, que só não nos é acessível, pois ainda (continua)